Mundo das orquídeas: um guia para lindas flores - Winterflor Floricultura

Mundo das orquídeas: um guia para lindas flores

A beleza, complexidade e diversidade do mundo das orquídeas chama muito a atenção dos amantes das plantas e flores, não é mesmo? E por falar em diversidade, você sabia que existem pelo menos 30.000 espécies de orquídeas e 200.000 espécies que surgiram da mistura com outras flores? É realmente um universo de variedades!

Neste artigo você irá descobrir:

Continue a leitura e mergulhe conosco no particular e belo mundo das orquídeas!

orquídea rosa no jardim
Foto: Capri23auto

Como cultivar orquídeas?

Orquídeas têm uma grande capacidade de se adaptar ao ambiente, mas, com tantas espécies diferentes, você já deve imaginar que nem todas são fáceis de cuidar. Nem todas, por exemplo, se adaptam ao solo comum, naquele tipo de terra que tem na maioria dos quintais. Algumas têm suas raízes suspensas, enquanto outras criam suas raízes sobre os troncos das árvores ou de outras plantas.

Descubra qual o tipo de cultivo adequado para a orquídea que você escolheu. Assim, você poderá dar as melhores condições possíveis para ela crescer e ficar linda. Agora, vamos às dicas de cultivo:

mundo das orquídeas brancas
Foto: Winterflor

A orquídea e a água – como regar?

A umidade é importante para que a planta fique saudável e floresça. Regá-las pode ser uma experiência de tentativa e erro, mas o segredo está em observar as raízes e perceber as seguintes situações:

orquídea molhada
Foto: PEAK99

Além da rega, você pode querer borrifar água nas folhas e no caule. O ideal é fazer isso uma ou duas vezes por dia, dependendo da espécie. Se você não tem certeza sobre qual é a melhor opção para suas orquídeas, você sempre pode testar e observar qual opção funciona melhor para a sua planta 😉

Foto: Winterflor

Como a orquídea reage à luz do sol

A luz é um fator importante no cultivo de qualquer planta, portanto, não é diferente com as orquídeas. A seguir, listamos o que você precisa saber sobre as reações da espécie à luz do sol.

Foto: Winterflor

Manutenção e poda das orquídeas

Quando a orquídea atinge o pico de seu período de floração, suas novas flores duram até 12 semanas. Depois disso, elas começam a desbotar, secar e cair, o que indica que é a hora da poda. Confira as dicas de como fazer essa manutenção:

Foto: Winterflor

Lembre-se de ficar atento às características únicas de cada espécie, já que algumas podem precisar de quantidades diferentes de água, luz e nutrientes.

Fertilizantes são ideais para que a planta receba os nutrientes necessários e cresça saudável, presenteando o ambiente com suas lindas flores! Peça na floricultura a marca ideal para a sua espécie.

Os tipos de orquídeas mais fáceis de cultivar

Com tanta variedade, é fácil imaginar que, enquanto algumas orquídeas florescem naturalmente no ambiente selvagem sem a necessidade de nenhuma intervenção, outras precisam se tratadas como um filho. Para estas, os cuidados precisam ser, além de precisos, muito específicos quanto à temperatura, tipo de solo, iluminação e nível de umidade.

Para facilitar a vida de quem tem pouca ou nenhuma experiência na arte da jardinagem, listamos a seguir 3 tipos de orquídeas que são muito fáceis de cultivar.

Foto: Winterflor

Orquídea Cattleya

É uma das orquídeas mais fáceis de cultivar e ideal para iniciantes! Elas se adaptam a diferentes climas e, por isso, são encontradas por todo o Brasil em, pelo menos, 30 variações. Suas flores são perfumadas e duram de 10 a 30 dias.

Foto: DenisDoukhan

Orquídea Phalaenopsis

Também de fácil cultivo, as orquídeas phalaenopsis são as mais populares em todo o mundo. Além de se adaptarem bem a diferentes climas, têm uma grande variedade de cores. Se receberem o cuidado adequado, suas flores podem durar até 3 meses! Não é incrível?

Foto: Winterflor

Orquídea Sapatinho

Outra queridinha de quem está começando é a orquídea Paphiopedilum, mais conhecida como Orquídea Sapatinho. Ela é encontrada em, pelo menos, 96 versões. Lindas, elas florescem uma vez no ano e suas flores duram entre 6 e 8 semanas.

Foto: icon0com

Qual delas você mais amou? Nós amamos todas ❤️

As orquídeas mais raras do mundo

Essa é para os curiosos que querem aprender mais sobre o mundo das orquídeas! Afinal, conhecimento nunca é demais, certo? Conheça a seguir 3 tipos de orquídeas que estão entres as mais raras do mundo:

Foto: Orchi

Orquídea Fantasma

Devido a seu formato e cor, essa espécie é comparada a um fantasma 👻. Apesar do nome, não tem nada de assustador nessa linda orquídea, que tem flores com cheiro de maçã e é encontrada na Flórida, em Cuba e nas Bahamas. Infelizmente, essa espécie está ameaçada de extinção, por isso só compre se estiver comprometido a cuidar muito bem dela, combinado?

mundo das orquídeas raras
Foto: Prem Subrahmanyam Sr.

Paphiopedilum rothschildianum

É o tipo de orquídea sapatinho mais raro e caro que existe. Elas quase foram extintas em 1950, quando viraram febre, entretanto, hoje em dia florescem em 3 locais no monte Kinabalu, na Malásia. Eventualmente você poderá encontrá-las à venda, mas o valor certamente será alto. Igualmente, os cuidados com a planta terão que ser constantes e bem criteriosos.

mundo das orquídeas, orquídea sapatinho rara
Foto: D. Culbert

Orquídea Negra

Deixamos por último aquela que, talvez, seja a mais impressionante! Muito bela e rara, a orquídea negra, como é chamada, traz ao ambiente um ar de mistério e sofisticação inconfundíveis. Ela é resultado de vários cruzamentos entre espécies. As flores são pequenas – 4 centímetros, aproximadamente – e muito perfumadas. São muito caras e de difícil cultivo, por isso, recomendamos que ela seja cuidada, principalmente, por pessoas mais experientes.

orquídea negra rara
Foto: Petra van Ellen

Como as orquídeas podem dar vida à sua decoração

Como dissemos lá no início, o mundo das orquídeas possui vários tipos. Portanto, as opções para integrá-las à sua decoração também são quase infinitas. Confira as nossas dicas:

Foto: Marko Milivojevic

Em interiores

Se você for colocar as orquídeas dentro de casa, prefira as espécies que não precisem de muita luz ou calor. Claro, alguma luz solar indireta sempre será necessária, por isso, colocá-las sobre móveis próximos as janelas pode ser uma opção interessante e saudável.

Já pensou em enfeitar sua mesa ou estante com suas flores e livros favoritos? Essa é uma opção que mescla beleza e personalidade.

mundo das orquídeas na decoração interna
Foto: Pikist

Nos Jardins

Existem orquídeas perfeitas para trazer vida e cor ao seu jardim. Principalmente as que se beneficiam de troncos ou aquelas que vão melhor no solo. Procure deixá-las em locais onde o vento não bata com muita força. Você provavelmente não quer estragar suas lindas flores.

Os locais ideais são aqueles com abrigo nas sombras de outras plantas, mas que recebam a luz do sol da manhã. Para as casas com árvores, as orquídeas de tronco são opções lindas e acessíveis, trazendo um charme a mais para o jardim.

mundo das orquídeas no tronco
Foto: Edvaldo LL Souza

Suspensas

Essas são opções que funcionam dentro e fora de casa.  E vamos combinar? São surpreendentemente lindas! As plantas suspensas exibem lindas raízes que se tornam parte da decoração. Elas não precisam de substrato nem de um tronco, ficam assim mesmo, penduradas no ar! As mais comuns desse tipo são as orquídeas Vanda.

Foto: GAIMARD

Certamente você aprendeu algo novo sobre o mundo das orquídeas hoje, não é mesmo? Então, siga a Winterflor no Instagram e também no Facebook para ficar por dentro de mais conteúdos como este! 🌺