Dicas Wintter - Winterflor Floricultura

Árvores frutíferas: 5 espécies para ter em casa

Que as frutas fazem bem para a saúde e devem ser consumidas diariamente todos já sabem. Mas a verdade é que a vida nas grandes cidades não favorece muito esse hábito. Principalmente quando comparamos o nosso estilo de vida com aquele das pessoas que moram no interior, cujas casas têm grandes quintais, com árvores frutíferas ali mesmo. Mas quem disse que ter árvores dando frutos é impossível sem quintal? Hoje você vai conhecer 5 árvores frutíferas que podem ser cultivadas em casa, em vasos mesmo. Ficou curioso?

Pomar urbano: tendência para mais qualidade de vida

Ao andar pelas ruas de grandes cidades é possível ver em certas áreas a existência de árvores frutíferas. Algumas preservadas há anos e outras novas, que surgem da necessidade urgente tanto da sombra proporcionada por essas árvores, como da purificação do ar e das frutas em si. Afinal, quem não gosta de encontrar uma amoreira – ou pé de amora – carregado no meio de uma selva de pedra, não é mesmo?

Foto: Vivadecora.

É certo que algumas espécies de árvores frutíferas são mais comuns em lugares com mais espaço. Mas hoje, árvores como o abacateiro e a mangueira, por exemplo, já podem ser cultivadas em vasos. Vamos conhecer algumas dessas espécies?

Árvores frutíferas para cultivar em casa

A variedade de espécies que podem ser cultivadas em pequenos quintais ou até em vasos é enorme, por isso, hoje selecionamos apenas algumas. Antes de mais nada, confira a seguir a lista do que veremos nesse texto!

5 árvores frutíferas que podem ser cultivadas em vasos

  1. Amoreira
  2. Caramboleira
  3. Pé de miraculina (a famosa Fruta do milagre)
  4. Goiabeira
  5. Jabuticabeira

Agora, vamos conhecer melhor cada uma delas. Continue a leitura!

Amoreira

Em primeiro lugar, sem dúvida as amoreiras estão entre as frutíferas de maior sucesso. Com uma árvore linda e fruto saboroso, elas trazem consigo um sabor de infância.

árvores frutíferas: amoreira
Foto: Winterflor.

Existem diversos tipos de amora, como a amora vermelha (Rubus rosifolius), que é a mais comum. A branca (Morus alba), cultivada para fornecer folhas a criação do bicho-da-seda. A amora preta (Morus nigra), também conhecida como amora gigante. E a amora americana, também chamada de Blackberry.

Crédito: Pinterest.

O solo ideal para a amoreira é rico em matéria orgânica e com boa retenção de umidade, porém, nunca encharcado. Por isso, antes do plantio, é preciso preparar uma camada de drenagem, que pode ser feita com argila expandida ou pedriscos.

Além de deliciosa a amora é fácil de cuidar, por exemplo

Essa espécie se desenvolve muito bem em regiões de clima úmido e ameno, com temperaturas entre 24ºC e 28ºC. Além disso, por ser uma planta rústica e resistente, a adubação da amoreira pode ser simples.

Caramboleira

Você sabia que essa fruta com formato de estrela e sabor agridoce é originária da Índia? Mas não é só essa a curiosidade da planta! Continue a leitura e descubra…

Foto: Green me.

Essa árvore frutífera foi introduzida no Brasil em 1817, mais precisamente em Pernambuco. Isso porque a caramboleira é uma árvore de clima tropical, quente e úmido.

Logo, é uma árvore que vai bem em regiões onde a temperatura média anual é de 25ºC, com chuvas abundantes e bem distribuídas. Se não tiver tanta chuva, você terá de regar a planta tanto quanto ela precisar.

Assim como outras árvores frutíferas, a caramboleira também pode ser cultivada em vasos
Foto: Gustavo Giacon.

Dica de cuidado com a planta: mantenha o vaso da sua caramboleira livre de ervas daninhas que possam concorrer com a planta. O mesmo deve ser feito no jardim, junto do tronco.

Pé de miraculina (a famosa Fruta do milagre)

Já pensou se algo pudesse transformar os sabores amargos e ácidos em doce? Pode parecer um tanto estranho, mas é isso que essa fruta faz: milagre!

Imagem: Frutas em vasos.

A fruta do milagre é uma espécie de origem africana e que só chegou ao Brasil nos anos 2000. Atualmente essa fruta vem ganhando fama por suas propriedades benéficas à saúde.

fruta do milagre também é uma árvores frutíferas que pode ser cultivada em vaso
Imagem: Winterflor.

É uma planta que cresce lentamente e não necessita de cuidados especiais, apenas limpeza periódica para que o mato não sufoque a planta. Também não é uma árvore frutífera que necessite de podas. Do mesmo modo a adubação é simples, basta um bom composto orgânico.

A fruta em si não tem um sabor especial ou marcante. Porém, ao consumir 1 ou 2 frutos maduros, você pode chupar um limão bem azedo, comer uma cebola ou tomar uma limonada sem açúcar sem fazer careta. Então, quer arriscar?

Goiabeira

A goiaba é outra fruta com sabor de infância… Quem nunca encontrou um bicho na goiaba? Independente de traumas com o o tão famoso bicho, a verdade é que essa fruta é uma delícia!

exemplo de árvores frutíferas: goiabeira
Imagem: Winterflor.

Mas não é só isso… Além de deliciosa, a goiaba vem de uma árvore frutífera super fácil de se cultivar em casa.

Foto: Hortacasa.

A goiabeira é uma árvore frutífera que necessita de vasos de pelo menos 30 litros com camada de drenagem. Já em relação ao substrato é interessante que ele seja rico em matéria orgânica. A adubação é feita a cada 3 meses, preferencialmente adubos orgânicos. Por outro lado, em relação às regras, mantenha o substrato úmido, ou seja, nada de encharcar a goiabeira!

Imagem: O jardineiro amador.

Dica: para evitar o famoso bicho-da-goiaba basta ensacar as goiabas assim que atingirem de 2 a 3 cm de diâmetro. Contudo, é importante que se faça um rasgo na parte inferior do saquinho para que não haja umidade excessiva em seu interior.

Jabuticabeira

Jabuticaba direto do pé não é mais privilégio de quem mora no interior, nem mesmo de quem tem quintal grande. Hoje em dia podemos ter essa bela árvore frutífera também em vasos!

Crédito: SaúdeAbril.

A jabuticabeira é uma planta fácil de cuidar, ela vai bem à meia-sombra, ou seja, não necessita de sol direto; mas sim, de uma boa iluminação. Desse modo, se você não tem um espaço que receba boa iluminação natural, por morar em apartamento, por exemplo, pode compensar plantando-a em um vaso grande. Assim, você compensa oferecendo adubação com mais frequência.

Ademais, a jabuticaba é uma delícia
Imagem: Pinterest.

Em relação à rega, a jabuticabeira é uma árvore frutífera que necessita de muita água! Por isso, a rega é diária. Contudo, não é necessário encharcar a terra, ou seja, regue lentamente e observe a água ser absorvida pela terra. Molhe também o caule a as folhas pois isso ajuda a garantir uma árvore com saudável e com folhas vistosas.

Outras árvores frutíferas

A verdade é que a variedade de árvores frutíferas que podem ser cultivadas em quintais com menos espaço e até mesmo em vasos é enorme! Veja a seguir outra lista com mais alguns exemplos.

Lista de árvores frutíferas que você encontra na Winterflor

Então, gostou do texto de hoje? Qual fruta tem sabor de infância pra você? Conta pra gente nos comentários!

E lembre-se, para deixar sua casa sempre bem decorada e suas plantas sempre bonitas, acompanhe o perfil da Winterflor no Instagram e também no Facebook!

Até a próxima! 🌿

Plantas que purificam o ar: 12 espécies para fazer bonito na decoração!

Respirar ar fresco não é bom apenas para a saúde, mas representa uma necessidade atualmente, não é mesmo? Tanto é verdade que há uma infinidade de modelos de purificadores de ar caros. Porém, você pode simplesmente investir em plantas. Afinal, purificar o ar é algo que elas podem fazer. E o melhor: elas ainda embelezam o ambiente. Por isso, hoje vamos falar as plantas que purificam o ar e que de quebra dão um up na decor!

Para dar uma ideia das plantas que purificam o ar e que podem fazer bonito na decoração da sua casa vamos listar quais delas veremos no texto de hoje.

Lista de plantas que purificam o ar:

  1. Palmeira areca-bambu
  2. Aloe Vera
  3. Ficus Robusta
  4. Samambaia de Boston
  5. Hera
  6. Espada de São Jorge
  7. Aglaonema
  8. Lírio da paz
  9. Crisântemo
  10. Dracena de Madagascar
  11. Orquídea
  12. Clorofito

1. Palmeira areca-bambu

A Palmeira areca-bambu, ou palmeira de jardim, é uma planta purificadora de ar que atua sobre um grande número de toxinas. Tanto que é reconhecida como um dos melhores purificadores de ar.

plantas em casa
Imagem: Google.

Além disso, a eficácia desta planta cresce proporcionalmente ao tamanho da planta. Ou seja, quanto maior, melhor!

Palmeira bambu
Crédito: Cultivando.
Palmeiras são boas plantas para se ter em casa porque limpam o ar.
Foto: Pinimg.

A Palmeira areca é moderadamente tolerante ao calor, por isso prefere sol parcial e solo bem drenado. Nesse sentido, é uma planta que funciona bem mesmo em ambientes internos.


2. Aloe Vera

Você provavelmente conhece o Aloe vera por suas propriedades cosméticas, mas a verdade é que essa planta também é muito eficaz na destruição do formaldeído presente no ar. Essa substância de nome difícil tanto pode vir da poluição gerada por indústrias como de produtos utilizados na limpeza doméstica.

Aloe vera também é uma planta que purifica o ar
Imagem: Decorfácil.

Para manter a sua Aloe vera sempre bonita observe que esta planta requer exposição à luz solar, solo bem drenado e secagem leve entre as regas.

Aloe vera é um dos vários exemplos de plantas que purificam o ar.
Foto: Pinterest.

3. Ficus Robusta

O Ficus robusta está entre as principais plantas que purificam o ar; pois atua emitindo uma grande quantidade de oxigênio.

Por fim, a ficus robusta também ajuda a filtrar o ar.
Imagem: My garden.

Além disso, o ar é purificado principalmente graças à eliminação do formaldeído, mas também de outras toxinas. Esta planta precisa de luz filtrada (que vem da janela), irrigação frequente e solo rico.

Conforme vimos, são muitas as plantas purificam o ar.
Crédito: Costa farm.

4. Samambaia de Boston

A Samambaia de Boston é comumente descrita como um ótimo umidificador de ar natural. É também uma planta capaz de erradicar o formaldeído, mas atua como um purificador geral do ar, neutralizando outras substâncias.

A samambaia purifica o ar.
Foto: Histórias de casa.

Também é legal saber que suas propriedades de limpeza lhe renderam o reconhecimento como uma das melhores plantas para interiores.

Samambaia na decoração.
Imagem: Dicas de mulher.
Plantas purificam o ar do quarto.
Crédito: Histórias de casa.

Embora mostre alguma tolerância à seca e à luz parcial, a Samambaia de Boston prefere luz brilhante e solo úmido.


5. Hera

Estudos mostraram que a Hera é uma planta indicada para se ter dentro de casa para absorver e remover substâncias cancerígenas do ar.

A Hera é uma planta que limpa o ar.
Foto: Pinterest.

Além disso, com crescimento rápido e folhagem exuberante, a Hera é uma espécie vai bem tanto a sol pleno quanto em locais com sombra.

Hera é uma planta para ambientes internos.
Imagem: DCI.
A hera também é uma planta que limpa o ar.
Crédito: Google imagens.

6. Espada de São Jorge

As folhas da Espada de São Jorge removem substâncias venenosas do ar, como por exemplo aquelas frequentemente encontradas em casas novas e em móveis recém-fabricados.

Plantas que purificam o ar: espada de são jorge
Foto: Moz.Buzz.
Espada de São Jorge planta que purifica o ar.
Crédito: Viva decora.

Além disso, a Espada de São Jorge é capaz de eliminar do ar substâncias químicas como o benzeno (presente em detergentes) e o xileno (usado em solventes) dentre outras substâncias.

Espécies de espada de são jorge.
Crédito: Pajaris.

7. Aglaonema

É a emissão de uma grande quantidade de oxigênio que confere a Aglaonema propriedades de limpeza do ar.

Aglaonema ar puro.
Foto: Vivadecora.

Essa planta, do mesmo modo que a Aloe vera a Ficus robusta, também erradica o formaldeído, além do benzeno e outras toxinas.

Aglaonema
Imagem: Minhas plantas.
tenha cuidado porque a seiva leitosa dessa planta é venenosa e pode ser irritante.
Foto: Google.

A Aglaonema é uma planta que requer boa drenagem e sombra total para que possa se desenvolver. Porém, tenha cuidado porque a seiva leitosa dessa planta é venenosa e pode ser irritante.


8. Lírio da paz

Além de bonito, o Lírio da paz consegue absorver a fumaça do cigarro e outros contaminantes de ar como o benzeno, o tricloroetileno e o tolueno, assim como outras substâncias como a acetona, o álcool e a amônia, por exemplo.

Lírio da paz
Foto: Viajando no apê.

Contudo, é importante saber que o Lírio da paz é uma planta venenosa. Por isso, é preciso ter cuidado com animais de estimação e crianças em casa.

Lírio da paz e ar puro
Imagem: M de Mulher.

O Lírio da paz aprecia solo úmido, mas não encharcado, portanto, é fundamental garantir de três a quatro regas semanais.

Lírio da paz purifica o ambiente
Imagem: DCI.

9. Crisântemo

O Crisântemo é particularmente eficaz na remoção do benzeno, uma toxina cancerígena, mas também erradica o formaldeído, o tricloroetileno e a amônia.

Crisântemos coloridos
Imagem: Google.

Precisa de luz parcial e muita água para que possa prosperar.

Crisântemos também são exemplos de plantas que purificam o ar
Foto: Pixnio.

Contudo, se você o escolher para decorar, saiba que o crisântemo floresce apenas uma vez por ano.


10. Dracena de Madagascar

A Dracena de Madagascar é um dos seus melhores aliados no combate à poluição do ar interior. Primeiro, porque é capaz de eliminar o benzeno, o formaldeído, o xileno e também o tricloroetileno.

dracena de madagascar
Imagem: Google.

Segundo, porque esta é uma planta que não necessita de muita manutenção; pois tolera solo seco e regas irregulares. No entanto, lembre-se de não expor à luz solar direta.

são muitas as plantas que purificam o ar
Imagem: Flor jardim paisagismo.

11. Orquídea

A Orquídea é uma planta popular por sua aparência estética, mas você sabia que ela também é uma das plantas que purificam o ar?

Orquídea também é uma das plantas que purificam o ar.
Imagem: Ecoflora.

A Orquídea não apenas remove o dióxido de carbono do ambiente, mas ainda produz grandes quantidades de oxigênio.

orquídeas igualmente são plantas que purificam o ar
Imagem: Amo orquídeas.
Atualmente tanto o campo quanto a cidade possuem poluição no ar
Foto: Google.

Mas lembre-se: a Orquídea aprecia um ambiente bastante úmido e muita luz, mas não tolera o calor.


12. Clorofito

O Clorofito é uma planta relativamente popular, visto que é bastante comum vê-la por aí. E, além disso, também uma excelente opção de decoração e purificação do ar, combatendo poluentes como benzeno e monóxido de carbono, por exemplo.

O Clorofito é uma planta relativamente popular, isto é, bastante vista por aí e também uma excelente opção de decoração e purificação do ar.
Imagem: Google.

Pode ser cultivada em vasos e cuias, por isso, fica linda em qualquer ambiente.

Para exemplificar uma planta que limpa o ar: Clorofito
Foto: Planta Sonya.

Então, gostou dessas dicas de plantas que purificam o ar? Nós amamos plantas! E saber que elas podem colaborar para a nossa qualidade de vida é um motivo a mais para querer elas por perto 🤩.

Afinal, além de todos os benefícios de respirar um ar mais puro, acima de tudo as plantas deixam os ambientes mais agradáveis.

Por fim, uma pergunta: Quer deixar sua casa bem decorada e suas plantas sempre bonitas? Então, acompanhe o perfil da Winterflor não só no Instagram, como também no Facebook!

Até a próxima! 🌿

Begônia maculata: a queridinha planta de bolinhas

Se você é um louco por plantas – como nós 🤪 – certamente está sempre de olho em plantas de cores e formatos diferentes, não é mesmo? Se a resposta foi sim, então, muito provavelmente você já viu a Begônia maculata, aquela planta de bolinhas que vem dominando redes sociais como o Instagram e o Pinterest.

Por isso, no texto de hoje vamos conhecer:

Continue a leitura e saiba mais sobre a planta do momento!

A origem

A Begônia maculata tem sua origem na Mata Atlântica brasileira, por isso, ela está entre as cinco espécies de begônias identificadas e catalogadas pela primeira vez ainda nos anos 1800. O responsável pela descoberta da espécie foi Giuseppe Raddi (1770- 1829), ilustre botânico florentino que esteve em viagem ao Brasil entre os anos 1817 e 1818.

A Begônia maculata é famosa no mundo inteiro, mas é uma planta de origem brasileira.
Crédito: Shiori Hosomi.

A característica mais marcante descrita pelo botânico são as bolinhas branco-prateadas em contraste com o tom vermelho em suas folhas. Por isso a planta é considerada exótica.

Detalhe da folha da begônia maculata
Foto: Winterflor.

Ficha técnica resumida da Begônia maculata

Nome científico: Begonia maculata

Nome Comum: Begonia maculata

Origem: Brasil (Mata Atlântica)

Ciclo: Perene

Luz: Sombra ou luz indireta

Folhagem: Permanente

Floração: Primavera-verão

Como cuidar de uma Begônia maculata?

As begônias estão entre as plantas mais cultivadas em todo o mundo. Ou seja, estão entre as plantas fáceis de cuidar.

Exemplo de composição com plantas
Crédito: Decorfácil.

Porém, exigem alguns cuidados, principalmente em relação à umidade do solo. Quer aprender como cuidar dessa planta tão bonita? Vamos contar todos os segredos!

 

Cuidados com a rega

Como uma planta dos trópicos, a Begônia maculata adora umidade. No entanto, não tolera o solo encharcado ou o ressecado.

Além da rega, a preparação do solo também é importante
Foto: Hortas e plantas.

Assim, é preciso que o solo seque entre uma rega e outra. Além disso, tente borrifar a planta como ocorreria no seu habitat natural da floresta tropical, ou seja, nas imediações, mas não diretamente nas folhas.

Para identificar se a rega está sendo feita corretamente a dica é observar se há queda de folhas e flores. Além disso, outra dica em relação à rega é utilizar água da chuva.

 

Cuidados em relação ao sol

Também por causa do gosto por umidade, essas plantas não são chegadas a sol forte direito em suas folhas.  Logo, preferem ambientes com ótima luminosidade e ficam bem quando cultivadas na sombra, mas sempre em ambientes com claridade.

Usea begônia também com outras plantas para decorar.
Crédito: Mid Western Jungle.

Assim, a luz indireta também é uma ótima opção. Por isso, busque deixá-la em um cômodo da casa que receba o sol da manhã, que é mais fraco.

 

Cuidados com a poda

Caso queira manter a sua planta pequena, você pode facilmente encurtar e podar a Begônia maculata.

Nesse sentido, a dica ao podar é colocar a tesoura acima de um dos nós da haste para, só então, efetuar o corte.

Planta famosa, mas nativa do Brasil.
Foto: Winterflor.

Por isso, dependendo do comprimento, você pode usar as pontas dos brotos como estacas para propagação. A espécie brota rapidamente dos botões adormecidos.

 

Cuidados com o substrato

No clima tropical, a matéria orgânica se decompõe rapidamente de forma constante, ou seja, as plantas sempre têm húmus suficiente disponível.

Além de linda, a planta também purifica o ar.
Crédito: Tua casa.

Então, o ideal é escolher um substrato de boa qualidade e enriquecê-lo regularmente. O substrato de húmus é uma boa pedida!

Pense também na alta umidade que prevalece nas florestas brasileiras e evite um local com excesso de correntes de ar ou muito próximo às janelas, por exemplo.

 

Cuidados com o fertilizante

Os amantes de plantas já sabem que fertilização tem um papel decisivo no crescimento das plantas. No caso das begônias não é diferente!

A parte boa dessas plantas é que qualquer fertilizante líquido disponível comercialmente para plantas domésticas já é adequado. Ou seja, em relação à fertilização não há segredos!

Assim, a administração do fertilizante deve seguir as instruções de dosagem a cada duas ou quatro semanas com água de irrigação.

Floração da Begônia maculata

Normalmente, a floração principal da Begônia maculata se estende da primavera ao verão.

Begônia com flores
Foto: Friedrich Strauss.

As flores brancas pendem em cachos. A planta é monoica, isso significa que flores masculinas e femininas crescem na mesma planta.

Uma curiosidade é que, no caso da espécie maculata, há significativamente mais flores femininas do que masculinas.

Begônia maculata: uma planta luxuosa para decorar

Com os cuidados que você aprendeu, ficou fácil deduzir que a Begônia maculata é uma ótima planta para apartamento, não é?

Com folhas grandes e alongadas, ela decora a casa durante todo o ano. Isso se deve em grande parte aos pontos branco-prateados na parte posterior das folhas verde escuras.

Combine as cores da planta com as almofadas, por exemplo.
Imagem: Google.
Além de lindas, elas combinar com tudo.
Imagem: Modandmint.

Já do lado inferior da folha, a cor tem um tom avermelhado, o que também contribui para a aparência luxuosa da begônia de bolinhas.

Uma dica: essa planta exótica fica linda em contraste com a simplicidade dos vasos de cimento.

Mas a Begônia maculata não é só beleza! A planta também gera oxigênio fresco por meio de suas folhas.
Foto: Alessandra Bezerra/Instagram.

Mas a Begônia maculata não é só beleza! A planta também gera oxigênio fresco por meio de suas folhas. Além disso, ela filtra poluentes e partículas de sujeira.

Dessa forma, além de linda, a begônia se mostra também como uma boa aliada na purificação do ar.


Então, gostou de aprender como cuidar e ainda conhecer um pouco mais sobre a Begônia de bolinhas? Nós amamos as begônias de todas as espécies 🤩.  Conta pra gente, qual a sua preferida?

E, ah! Lembre-se, para deixar sua casa sempre bem decorada e suas plantas sempre bonitas, acompanhe o perfil da Winterflor no Instagram e também no Facebook!

Até a próxima! 🌿