Decoração - Winterflor Floricultura

Tipos de cactos: 7 espécies para cultivar em casa!

Há quem diga: “Não vou cultivar um cacto em minha casa; é uma planta do deserto”. Em primeiro lugar, se você ainda tem essa ideia,  recomendamos que pense novamente. Afinal, os cactos são lindos e muito fáceis de cuidar. Em segundo lugar, enquanto outras plantas murcham ou ficam marrom, um cacto raramente morre. Ao mesmo tempo, eles proporcionam mais verde à sua casa. Tudo que você precisa é de algum espaço e luz solar. Por isso, no texto de hoje vamos apresentar 7 tipos de cactos para fazer bonito na decoração!

Tipos de cactos
Imagem: Google.

Antes de mais nada, para dar daquele gostinho de quero mais, confira a lista dos tipos de cactos que podem ser facilmente cultivados em casa que vamos apresentar no texto de hoje:

Lista de tipos de cactos

  1. Cacto Mammillaria ou Cacto dedal
  2. Haworthia ou Cacto Zebra
  3. Echinopsis chamaecereus ou Cacto de Amendoim
  4. Microdasys Opuntia ou Cacto orelha de coelho
  5. Epiphyllum ou Cacto orquídea
  6. Cereus jamacaru ou Cacto mandacaru
  7. Melocactus Zehntneri ou Cacto Coroa de Frade

1. Cacto Mammillaria ou Cacto de dedal

À primeira vista já podemos deduzir que é em função dos seus espinhos sedosos que essa espécie é comumente chamada de cacto de dedal.

tipos de cactos_cacto de dedal
Foto: Verde no cinza.

Cultivar esse tipo de cacto é uma tarefa muito fácil e pode ser executada por qualquer pessoa. Então, quem não sabe muito sobre jardinagem e quer ter uma planta em casa, essa é uma ótima opção.

Ao mesmo tempo, você também está com sorte se quiser deixar sua casa mais colorida. Os cactos de dedal são encontrados com flores em tons de rosa, laranja, lilás, amarelo e branco. Eles são pequenos e não precisam de muito espaço, além disso, os cuidados são mínimos.

Imagem: Wikimedia Commons.

2. Haworthia ou Cacto Zebra

Cacto zebra
Imagem: The Palm Room.

Este é um dos tipos de cactos que não requer muita luz, então você também pode colocá-la dentro de sua casa. Uma boa sugestão é fazer um terrário com essa espécie, plantando-a junto com outras espécies.

Imagem: Dicas de mulher.

No entanto, certifique-se de plantar com certa distância entre uma planta e outra, dando a cada um, espaço suficiente para crescer. Como os humanos, as plantas também competem por ar, água e luz. Claro que você não quer suas plantas lutando, né? 😉

Imagem: Gardening Know How.

3. Echinopsis chamaecereus ou Cacto de Amendoim

Esse é um tipo de cacto pequeno, porém, que pode crescer bastante! Assim, o indicado é plantá-lo em vasos grandes e pendentes.

Esse é um tipo de cacto pequeno, porém, que pode crescer bastante! Neste sentido, o indicado é plantá-lo em vasos grandes e pendentes.
Foto: Google.

Durante a primavera, este cacto produzirá muitas flores grandes e de cores brilhantes. Os espinhos não são muito perigosos, então as crianças também podem participar do plantio. Olha que legal 😊

Imagem: Plantas Sonya.

4. Microdasys Opuntia ou Cacto orelha de coelho

Este cacto é uma fofura! Como o próprio nome sugere, o seu formato lembra as orelhas de um coelho.

Imagem: Freepik.

Originária do México, essa espécie é de pequeno porte, atingindo aproximadamente 20 centímetros. Definitivamente, é mais do que apenas uma decoração 🌵

Foto: Freepik.

5. Epiphyllum ou Cacto orquídea

De toda nossa lista de tipos de cactos, este é o único que exige um pouco mais de rega.

Crédito: Minhas plantas.

Os cactos de orquídea contribuem para decoração há anos. Você pode até mesmo plantá-la em vasos suspensos, permitindo que os longos caules caiam sobre o vaso. Esses cactos trazem flores de cores diversas: tem rosa, roxa, vermelha e também amarela.

Foto: Tua casa.
Imagem: Planta Sonya.

6. Cereus jamacaru ou Cacto mandacaru

O mandacaru é um dos tipos de cactos nativo do Brasil, muito comum na região semiárida do Nordeste. É uma planta que dá praticamente em qualquer lugar, sem precisar de um tratamento específico.

Crédito: Pinterest.

É impossível não falar no valor simbólico do mandacaru para a cultura brasileira, afinal, a planta representa a força e a resistência da nossa gente. Não a toa, caiu no gosto de brasileiros de Norte a Sul e é comum de ser encontrada decorando os mais diversos ambientes.

Tipos de cactos comuns no nordeste
Imagem: Pinterest.
o mandacaru está entre os tipos de cactos nativos do Brasil
Crédito: Vivadecora.

7. Melocactus Zehntneri ou Cacto Coroa de Frade

O Cacto Coroa de Frade também é um cacto brasileiro, nativo da Caatinga.

Tipos de cactos nativos da caatinga
Foto: Os mini mundos.

A planta tem formato arredondado, pequeno e achatado, e alcança em média os 12 centímetros de altura. Seus espinhos são mistos, grossos e finos. Esse cacto possui flores em tons de rosa e vermelho, muito apreciadas pelas abelhas e beija-flores, por exemplo.

Tipos de cactos nativos do Brasil
Foto: Cerratinga.

O nome dessa planta é porque o cefálio (uma espécie de coroa que se forma em seu topo com um belo tom de vermelho), tem formato semelhante à cabeça calva de um frade franciscano. Essa coroa se forma somente na fase adulta desenvolvimento da planta.

o cacto cabeça de frade está entre os tipos de cactos nativos do Brasil
Foto: Google.

Tipos de cactos e decoração

A verdade é que já há algum tempo essas plantinhas espinhudas invadiram as tendências de decoração em todos os cômodos de casas e apartamentos e podem ser encontradas ao mesmo tempo na sala, na cozinha, no banheiro e até mesmo nos quartos. Por último, vamos ver mais algumas inspirações!

Imagem: Casa chic.
vários tipos de cactos ficam bem na decoração
Crédito: Casa Claudia.

Cactos ficam lindos até mesmo em ambiente inusitados, como na cozinha, por exemplo.

vários tipos de cactos na cozinha
Foto: Ideias decor.
tipos de cactos e suculentas
Imagem: Pinterest.

Como já falamos antes, frequentemente os cactos são utilizados em terrários, junto de outras plantas, como as suculentas, por exemplo.

Tipos de cactos em terrarios
Imagem: Pinterest.

Por outro lado, no caso dos terrários, é importante ter certeza de que os tipos de plantas escolhidos, sejam cactos ou suculentas, necessitam do mesmo cuidado: frequência de rega e sol.


Então, gostou dos tipos de cactos que escolhemos? Nós amamos os cactos de todos os tipos e espécies 🤩.  Conta pra gente, qual desses 7 você gostou mais?

E, ah! Quer deixar sua casa sempre bem decorada e suas plantas sempre bonitas? Então, não se esqueça de acompanhar o perfil da Winterflor no Instagram e também no Facebook!

Até a próxima! 🌿

Plantas que purificam o ar: 12 espécies para fazer bonito na decoração!

Respirar ar fresco não é bom apenas para a saúde, mas representa uma necessidade atualmente, não é mesmo? Tanto é verdade que há uma infinidade de modelos de purificadores de ar caros. Porém, você pode simplesmente investir em plantas. Afinal, purificar o ar é algo que elas podem fazer. E o melhor: elas ainda embelezam o ambiente. Por isso, hoje vamos falar as plantas que purificam o ar e que de quebra dão um up na decor!

Para dar uma ideia das plantas que purificam o ar e que podem fazer bonito na decoração da sua casa vamos listar quais delas veremos no texto de hoje.

Lista de plantas que purificam o ar:

  1. Palmeira areca-bambu
  2. Aloe Vera
  3. Ficus Robusta
  4. Samambaia de Boston
  5. Hera
  6. Espada de São Jorge
  7. Aglaonema
  8. Lírio da paz
  9. Crisântemo
  10. Dracena de Madagascar
  11. Orquídea
  12. Clorofito

1. Palmeira areca-bambu

A Palmeira areca-bambu, ou palmeira de jardim, é uma planta purificadora de ar que atua sobre um grande número de toxinas. Tanto que é reconhecida como um dos melhores purificadores de ar.

plantas em casa
Imagem: Google.

Além disso, a eficácia desta planta cresce proporcionalmente ao tamanho da planta. Ou seja, quanto maior, melhor!

Palmeira bambu
Crédito: Cultivando.
Palmeiras são boas plantas para se ter em casa porque limpam o ar.
Foto: Pinimg.

A Palmeira areca é moderadamente tolerante ao calor, por isso prefere sol parcial e solo bem drenado. Nesse sentido, é uma planta que funciona bem mesmo em ambientes internos.


2. Aloe Vera

Você provavelmente conhece o Aloe vera por suas propriedades cosméticas, mas a verdade é que essa planta também é muito eficaz na destruição do formaldeído presente no ar. Essa substância de nome difícil tanto pode vir da poluição gerada por indústrias como de produtos utilizados na limpeza doméstica.

Aloe vera também é uma planta que purifica o ar
Imagem: Decorfácil.

Para manter a sua Aloe vera sempre bonita observe que esta planta requer exposição à luz solar, solo bem drenado e secagem leve entre as regas.

Aloe vera é um dos vários exemplos de plantas que purificam o ar.
Foto: Pinterest.

3. Ficus Robusta

O Ficus robusta está entre as principais plantas que purificam o ar; pois atua emitindo uma grande quantidade de oxigênio.

Por fim, a ficus robusta também ajuda a filtrar o ar.
Imagem: My garden.

Além disso, o ar é purificado principalmente graças à eliminação do formaldeído, mas também de outras toxinas. Esta planta precisa de luz filtrada (que vem da janela), irrigação frequente e solo rico.

Conforme vimos, são muitas as plantas purificam o ar.
Crédito: Costa farm.

4. Samambaia de Boston

A Samambaia de Boston é comumente descrita como um ótimo umidificador de ar natural. É também uma planta capaz de erradicar o formaldeído, mas atua como um purificador geral do ar, neutralizando outras substâncias.

A samambaia purifica o ar.
Foto: Histórias de casa.

Também é legal saber que suas propriedades de limpeza lhe renderam o reconhecimento como uma das melhores plantas para interiores.

Samambaia na decoração.
Imagem: Dicas de mulher.
Plantas purificam o ar do quarto.
Crédito: Histórias de casa.

Embora mostre alguma tolerância à seca e à luz parcial, a Samambaia de Boston prefere luz brilhante e solo úmido.


5. Hera

Estudos mostraram que a Hera é uma planta indicada para se ter dentro de casa para absorver e remover substâncias cancerígenas do ar.

A Hera é uma planta que limpa o ar.
Foto: Pinterest.

Além disso, com crescimento rápido e folhagem exuberante, a Hera é uma espécie vai bem tanto a sol pleno quanto em locais com sombra.

Hera é uma planta para ambientes internos.
Imagem: DCI.
A hera também é uma planta que limpa o ar.
Crédito: Google imagens.

6. Espada de São Jorge

As folhas da Espada de São Jorge removem substâncias venenosas do ar, como por exemplo aquelas frequentemente encontradas em casas novas e em móveis recém-fabricados.

Plantas que purificam o ar: espada de são jorge
Foto: Moz.Buzz.
Espada de São Jorge planta que purifica o ar.
Crédito: Viva decora.

Além disso, a Espada de São Jorge é capaz de eliminar do ar substâncias químicas como o benzeno (presente em detergentes) e o xileno (usado em solventes) dentre outras substâncias.

Espécies de espada de são jorge.
Crédito: Pajaris.

7. Aglaonema

É a emissão de uma grande quantidade de oxigênio que confere a Aglaonema propriedades de limpeza do ar.

Aglaonema ar puro.
Foto: Vivadecora.

Essa planta, do mesmo modo que a Aloe vera a Ficus robusta, também erradica o formaldeído, além do benzeno e outras toxinas.

Aglaonema
Imagem: Minhas plantas.
tenha cuidado porque a seiva leitosa dessa planta é venenosa e pode ser irritante.
Foto: Google.

A Aglaonema é uma planta que requer boa drenagem e sombra total para que possa se desenvolver. Porém, tenha cuidado porque a seiva leitosa dessa planta é venenosa e pode ser irritante.


8. Lírio da paz

Além de bonito, o Lírio da paz consegue absorver a fumaça do cigarro e outros contaminantes de ar como o benzeno, o tricloroetileno e o tolueno, assim como outras substâncias como a acetona, o álcool e a amônia, por exemplo.

Lírio da paz
Foto: Viajando no apê.

Contudo, é importante saber que o Lírio da paz é uma planta venenosa. Por isso, é preciso ter cuidado com animais de estimação e crianças em casa.

Lírio da paz e ar puro
Imagem: M de Mulher.

O Lírio da paz aprecia solo úmido, mas não encharcado, portanto, é fundamental garantir de três a quatro regas semanais.

Lírio da paz purifica o ambiente
Imagem: DCI.

9. Crisântemo

O Crisântemo é particularmente eficaz na remoção do benzeno, uma toxina cancerígena, mas também erradica o formaldeído, o tricloroetileno e a amônia.

Crisântemos coloridos
Imagem: Google.

Precisa de luz parcial e muita água para que possa prosperar.

Crisântemos também são exemplos de plantas que purificam o ar
Foto: Pixnio.

Contudo, se você o escolher para decorar, saiba que o crisântemo floresce apenas uma vez por ano.


10. Dracena de Madagascar

A Dracena de Madagascar é um dos seus melhores aliados no combate à poluição do ar interior. Primeiro, porque é capaz de eliminar o benzeno, o formaldeído, o xileno e também o tricloroetileno.

dracena de madagascar
Imagem: Google.

Segundo, porque esta é uma planta que não necessita de muita manutenção; pois tolera solo seco e regas irregulares. No entanto, lembre-se de não expor à luz solar direta.

são muitas as plantas que purificam o ar
Imagem: Flor jardim paisagismo.

11. Orquídea

A Orquídea é uma planta popular por sua aparência estética, mas você sabia que ela também é uma das plantas que purificam o ar?

Orquídea também é uma das plantas que purificam o ar.
Imagem: Ecoflora.

A Orquídea não apenas remove o dióxido de carbono do ambiente, mas ainda produz grandes quantidades de oxigênio.

orquídeas igualmente são plantas que purificam o ar
Imagem: Amo orquídeas.
Atualmente tanto o campo quanto a cidade possuem poluição no ar
Foto: Google.

Mas lembre-se: a Orquídea aprecia um ambiente bastante úmido e muita luz, mas não tolera o calor.


12. Clorofito

O Clorofito é uma planta relativamente popular, visto que é bastante comum vê-la por aí. E, além disso, também uma excelente opção de decoração e purificação do ar, combatendo poluentes como benzeno e monóxido de carbono, por exemplo.

O Clorofito é uma planta relativamente popular, isto é, bastante vista por aí e também uma excelente opção de decoração e purificação do ar.
Imagem: Google.

Pode ser cultivada em vasos e cuias, por isso, fica linda em qualquer ambiente.

Para exemplificar uma planta que limpa o ar: Clorofito
Foto: Planta Sonya.

Então, gostou dessas dicas de plantas que purificam o ar? Nós amamos plantas! E saber que elas podem colaborar para a nossa qualidade de vida é um motivo a mais para querer elas por perto 🤩.

Afinal, além de todos os benefícios de respirar um ar mais puro, acima de tudo as plantas deixam os ambientes mais agradáveis.

Por fim, uma pergunta: Quer deixar sua casa bem decorada e suas plantas sempre bonitas? Então, acompanhe o perfil da Winterflor não só no Instagram, como também no Facebook!

Até a próxima! 🌿

Plantas para apartamento: 9 espécies para inspirar!

Morar em apartamento ou em casas sem quintal é algo bem comum hoje em dia, né? Mas isso não significa que é preciso abrir mão de um espaço verde em casa, pois é justamente aqui que entram as plantas de interior – ou plantas para apartamento, como costumamos dizer.

Samambaias, calatéias ou pileas, por exemplo, são plantas que se adaptam super bem em ambientes com pouca luz solar. Mas essas são apenas algumas opções, a verdade é que as possibilidades são muitas. Por isso, a escolha fica a critério das necessidades, do espaço disponível e das preferências de cada um.

Ter plantas dentro de casa é uma forte tendência de decoração.
Foto: Histórias de casa.

Para ajudar você nessa jornada, hoje vamos falar das espécies que mais se adaptam a essa realidade urbana. Então, continue a leitura e conheça 9 espécies de plantas para apartamento!

Plantas para apartamento e a tendência Urban jungle

A vida nas grandes cidades naturalmente nos afasta da natureza e também da paz e harmonia que ela nos transmite. Nesse sentido, isso acaba diminuindo também nosso bem-estar e qualidade de vida.

Por isso, a cada ano surgem novos meios de trazer um pouco mais de verde para dentro de casa, como é o caso, por exemplo, dos jardins verticais, peças já muito populares da decoração.

Plantas para apartamento presas na parede
Foto: Nix design
O verde trás vida aos ambientes internos.
Fonte: Histórias de casa.

Assim, outra tendência que segue crescendo como decoração na atualidade é o urban jungle, ou a chamada floresta urbana,  que ajuda a trazer um pouco mais da natureza para dentro do lar e nos presenteia com a leveza e harmonia da natureza.

Mas como aplicar esse conceito de urban jungle? Tudo começa por escolha das plantas! 

9 espécies de plantas para apartamento

Calatéias (ou Marantas)

As calatéias ou marantas são folhagens brasileiras que encantam com as cores e desenhos de suas folhas. Essa planta tem uma variedade enorme de espécies, como podemos ver pela diversidade das folhas apresentadas na imagem abaixo.

As calateias ou marantas são ótimas plantas para apartamento.
Imagem: Casa Vogue.

As calatéias são uma ótima opção de plantas para apartamento e até ambientes internos inusitados, como o lavado, por exemplo. Elas também ficam lindas como forração embaixo de árvores e corredores de sombra.


Jiboia

A jiboia é uma folhagem versátil e quando cultivada em ambiente externo, transforma-se em uma excelente cerca viva, com folhas de mais de um metro de largura e galhos que cobrem até 18 metros de distância.

Já em ambientes internos, seja em vasos no chão ou pendentes, ela fica bem comportada e nem parece a mesma planta, já que sua folhagem, na maioria das vezes, não passa dos 15 cm.

A jiboia é uma planta muito versátil.
Foto: Selvvva.

Essa capacidade de se adaptar torna a jiboia uma das plantas preferidas para cultivo em apartamentos e outros ambientes internos, mesmo sob o ar-condicionado.


Bromélia

Para uma mudança de cenário e uma decoração com verde vívido garantida, a bromélia é a escolha perfeita!

As bromélias funcionam muito bem na decoração de dentro de casa.
Fonte: Pinterest

Mas a bromélia é uma planta que não gosta de luz direta, por isso é ideal para o cultivo em ambientes internos – como um apartamento, por exemplo – à sombra. Fácil de manter, esta planta cresce bem mesmo sem rega regular.


Begônia

Existem mais de 1.400 tipos de begônia catalogados, porém, as mais conhecidas são as que florescem em formato de buquê. Você pode encontrar flores de begônia de várias cores como por exemplo, vermelha, rosa, amarela, branca, mesclada, e até outras mais exóticas, como as pretas.

Begônias possuem flores das mais variadas cores e ficam lindas como plantas de apartamento.
Crédito: Hamiplant.

E falando em begônias, não podemos deixar de falar da queridinha do momento: a begônia maculata. Essa é uma espécie nativa do Brasil, mas que só foi lançada comercialmente há poucos meses. Seu formato diferenciado e sua estampa única são uma novidade encantadora no universo das plantas para cultivar em apartamento.

A begônia maculata é a planta da moda!
Fonte: Tua casa.

Cheia de bolinhas brancas, a begônia maculata possui o verso de suas folhas em tom de carmim e, para completar, sua parte inferior também é avermelhada. É tanta exuberância, que vale apostar em um vaso simples, como os tradicionais de tarracota ou cimento.


Plantas para apartamento que cabem em qualquer cantinho

Pilea peperomioides

A pilea peperomioides é uma planta nativa do sul da China, com folhas verdes arredondadas e que atinge no máximo de 40 centímetros de altura, ou seja, uma planta perfeita para apartamentos pequenos, pois cabe em qualquer cantinho.

Imagem: Google.

A pilea também é conhecida como planta-da-amizade então é uma ótima escolha para presentear.


Espada de São Jorge

A Espada de São Jorge é uma planta de origem africana e uma das espécies mais comuns no Brasil, seja dentro ou fora de casa. Elas são fáceis de cultivar e dão um charme todo especial à decoração.

Espada de São Jorge dentro de casa.
Imagem: Ideias Decor.

Cactos

Antes de mais nada, é preciso dizer que existem cactos grandes e pequenos. Mas por serem verticais, eles não exigem tanto espaço assim. Eles são uma paixão para muita gente! E não é a toa, afinal, eles ficam uma graça na decoração.

Cactos grande são tendência e ganham destaque em ambientes minimalistas.
Foto: Casa Claudia.

Existem vários tipos de cactos, com variedades de tamanhos, formas, e cores. Assim, eles também podem compor lindos arranjos e terrários para decorar todo tipo de ambiente, inclusive aqueles que não têm muito espaço de sobra.

Arranjo de catos e suculentas ficam lindos como centro de mesas.
Imagem: Decor Fácil.

Plantas para apartamento para quem tem espaço sobrando

Ficus-lira

A ficus-lira é uma árvore nativa do oeste da África que ganhou o mundo por ser uma bela planta ornamental.

A Ficus-lira também está entre as plantas mais usadas em apartamentos.
Foto: Virmond.

Além de ser uma espécie muito desejada em ambientes internos, a fícus-lira também é comum na arborização urbana. Mas elas não são muito indicadas para calçadas ou canteiros em função de suas raízes, que acabam destruindo a pavimentação. No entanto, ela é perfeita para parques, praças e áreas amplas, por exemplo, onde pode oferecer sombra.


Costela de Adão

A Costela de Adão é uma planta originária do México e que tende a estar sempre em destaque, seja no jardim ou nos ambientes internos, onde é utilizada como adereço decorativo.

A Costela de Adão é uma folhagem muito usada e ambientes internos.
Foto: Google

Embora seja mais comum encontrar as folhas da Costela de Adão em tamanho médio, ela pode passar de um metro de comprimento dependendo da espécie. Ou seja, é uma planta muito grande!

Uma curiosidade é que a planta Costela de Adão possui um fruto comestível. Ele é muito apreciado em países da América Latina por seu sabor doce e marcante. Ao mesmo tempo, muitas pessoas dizem que o sabor lembra uma mistura de abacaxi com banana. Bem tropical né?

Outra coisa super legal sobre a Costela de Adão é a sua popularidade nas redes sociais. Esta folhagem exuberante tem muitos fãs pelo mundo todo.

Por isso, surgiu a hashtag #monsteramonday. “Monstera” por causa de seu nome científico: Monstera Deliciosa. Já o “monday”, vem de segunda-feira em inglês. Da mesma forma que o #tbt, que significa “throwback thursday” – lembrança de quinta-feira, a hashtag #monsteramonday é usada nas segundas-feiras para marcar fotos da planta e enchem o Pinterest e Instagram de imagens lindas!


Precisa de ajuda para escolher plantas para seu apartamento?

Como vimos, existe uma infinidade de plantas que podem ser cultivadas em espaços pequenos e com pouca luz solar. Mas é sempre bom lembrar que todas as plantas precisam de cuidados.

Por isso, antes de adquirir uma planta para decorar o seu ambiente, procure saber que tipo de cuidado a espécie escolhida exige. Esteja atento à frequência correta de rega, à necessidade de poda e adubação; bem como à exposição ou não ao sol. Se precisar de ajuda, conte com a gente! Deixe um comentário neste post ou entre contato por whatsapp.

Para deixar sua casa sempre bem decorada e suas plantas sempre bonitas, acompanhe-nos também no Instagram e no Facebook!

Até a próxima!

Vasos de cimento: 5 modelos para se apaixonar!

Olá! Seja bem-vindo ao nosso artigo de estreia aqui no blog da Winterflor! Estamos muito felizes em compartilhar esse novo espaço, criado especialmente para compartilhar informações, dicas e muitas novidades sobre o universo verde. Para começar, escolhemos um tema que tem sido muito comentado na internet: os vasos de cimento.

Tendência é o retorno do simples.

Bem, já tem algum tempo que se observa uma tendência chamada “back to basic”, ou seja, retorno ao básico. Esse é um conceito que remete à simplicidade e a naturalidade. Esse movimento vem ganhando espaço nas mais diversas áreas, tanto na moda quanto no design de interiores, e por isso, chegou com tudo também no paisagismo e na decoração, e é sobre isso que vamos falar hoje. Abaixo alguns spoilers do que vem por aí:

Modelos de vasos de cimento

Vem com a gente e saiba tudo sobre essa tendência 🙂

De volta ao básico: o que é essa tendência?

O diferencial e, ao mesmo tempo, principal proposta dessa tendência é a ideia de coisa verdadeira, de sentimento puro. É nesse sentido que entram os materiais brutos – como o cimento, a madeira e a cerâmica terracota, por exemplo. Isso porque eles têm o poder de trazer a sensação de aconchego, de interior, de casa de campo ou até casa de vó, remetendo à felicidade, nostalgia e boas lembranças.

Logo, para estar alinhado com essa tendência, o natural deve falar mais alto, ou seja, o ambiente deve trazer poucas interferências, afinal, a ideia é valorizar os materiais em si.

Foto: Elo7.

Porém, para chegarmos a um resultado bacana, é preciso ter boas referências e inspirações. Por isso, vamos apresentar 5 modelos de vasos de cimento que estão super em alta. Continue a leitura e venha se apaixonar com a gente!

5 modelos para se apaixonar!

Nós já dissemos, mas vale lembrar: os vasos de cimento estão muito na moda, desde os pequenos até os maiores. São várias as formas de utilizá-los na composição do ambiente, pois eles são perfeitos para preencher com estilo os mais variados espaços, desde aquele espaço sobrando na varanda, até aquela a mesa de centro que fica em destaque no meio da sala. Veja agora 5 modelos cheios de charme para incluir na sua decoração.

Vasos de cimento grandes

Esse tipo de vaso é muito resistente, porém, é pesado e difícil de ser movimentado. Por isso, é mais comum vê-los áreas externas, como a área da piscina, sobre solo firme, na laje ou terraço, além de espaços públicos das cidades, como praças e floreiras. No entanto, isso não significa que eles não possam ser utilizados dentro de ambientes internos, desde que haja espaço suficiente para acomodá-los sem interferir na circulação. Veja alguns exemplos:

vasos de cimento nos ambientes publicos
Foto: Pinterest
vasos de cimento com arvores
Foto: Pinterest
Vasos de cimento geométricos grandes
Créditos da Foto: Terra
Vaso de cimento redondo grande
Foto: Winterflor.

Outro ambiente em que eles caem super bem é na composição de ambientes corporativos ou comerciais como na recepção de hotéis, nos shoppings e até mesmo nos lobbys de empresas e clínicas médicas. Bem utilizados, os vasos de cimento grandes trazem uma pegada moderna, sofusticada e acolhedora.

Uma dica importante para quem decidir por usar esse modelo de vaso é optar sempre por um tamanho maior do que o recomendado para a planta, já que a parte interna dele costuma ser um pouco menor.

Vasos de cimento pendentes

Também conhecidos como cachepôs de concreto, esses vasos ficam suspensos por correntes, tiras de couro ou macramê. Algumas vezes, também, você poderá vê-los presos à parede. O interessante é compor o cinza do cimento com as cores das plantas. Nesse sentido, uma aposta são as plantas pendentes ou mesmo as suculentas. Veja como ficam lindos:

vasos de concreto para colocar na parede
Foto: Google
vasos de cimento suspenso
Foto: Goo Decoration
Fonte: Pinterest.

Vasos de cimento minimalistas

Com formas simples e uma ou outra faixa de cor, os vasos de cimento minimalistas continuam em alta! Algumas vezes, eles podem trazer uma mistura de materiais clássicos como o vidro, por exemplo. Uma boa dica é fazer composições com dois ou três vasos de tamanhos diferentes juntos, como nas fotos abaixo:

vasos de cimento minimalistas para plantas de corte
Foro: Etsy
Crédito: Casa e Jardim.

Vasos de cimento com formatos geométricos

Com uma cara mais moderna, esses vasos costumam ser utilizados em sua cor natural, o cinza concreto. Eles também são uma ótima opção para composições com um número determinado de peças. Olha que charme uma composição como essas:

Foto: Pinterest
vasos geométricos médios
Crédito: Construindo Decor

Vasos de cimento com suporte

Nesse modelo o toque especial fica à cargo da mistura de materiais,  por isso, aqui o vaso de cimento é combinado com um suporte de madeira ou de ferro nos mais variados formatos e estilos. Confira:

Foto: Piedra Luna
Vasos de cimento com pés de madeira
Foto: Wayfair
vasos de cimento com suporte de metal
Imagem: Joss & Main
Crédito: Hyggedecor.

Plantas mais indicadas para vasos de cimento

Os vasos de cimento combinam com as mais variadas espécies de plantas, mas atualmente são os mais queridos na hora de fazer morada para os cactos, espadas de São Jorge, e folhagens robustas como as plantas da família monstera, ou mesmo as palmeiras leque, por exemplo.

Foto: Regards et Maisons
palmeira leque no vaso de cimento
Foto: Boutique Lab
Imagem: Regards et Maisons

Como manter seus vasos sempre bonitos?

Mesmo sendo rústicos e fortes, os vasos de cimento também precisam de cuidados. Por isso, separamos algumas dicas de manutenção para mantê-los sempre bonitos. Entenda:

4 dicas para cuidar de vasos de cimento

  1. Evite atrito da peça com outros objetos: o atrito ou choque pode causar riscos, lascas ou rachaduras que tiram a beleza que você buscava ao adquirir a peça. Por isso, se precisar transportar um vaso de cimento junto com outras coisas, embale a parte interna e externa com uma camada generosa de papel, jornal ou plástico. Mas se o vaso estiver com alguma planta, envolva apenas a parte externa para não sufocá-la. Após o transporte, retire toda essa proteção da embalagem, pois isso vai garantir  que o vaso respire normalmente;
  2. Cuidado com quedas e superfícies que vibram: se o seu vaso fica no mesmo móvel da impressora, em cima da geladeira, na prateleira estreita perto daquela porta que vive batendo ou por exemplo na estante que seu gato gosta de subir, fique atento! Confira sempre se o vaso não está muito próximo da borda ou considere mudá-lo de local;
  3. Descoloração natural com o tempo: Peças coloridas ou pintadas estão sujeitas a descoloração natural com o tempo. Isso porque o principal vilão para a cor é a luz, e dela não temos como fugir. Ainda que indireta, a luz afeta a maioria das tintas, fazendo com que a cor perca o brilho ou a vivacidade com o tempo. Quando isso acontecer, que tal planejar uma nova pintura?;
  4. Evite expor o vaso ao sol ou calor muito forte: o cimento é um material muito elástico, ou seja, que se dilata e contrai facilmente conforme as alterações de temperatura. Então, essa dilatação pode reduzir a vida útil do seu vaso, fazendo com que rachaduras apareçam com o tempo. Por isso, o ideal é evitar o calor excessivo, inclusive o sol.

Manchas de umidade, e agora?

Assim como os de cerâmica ou barro, por exemplo, os vasos de cimento são porosos. Por isso, ao regar as plantas é comum que a peça fique úmida ou manchada de água pelo lado de fora. Na verdade, é isso que faz com que os vasos porosos não exijam furos de drenagem. Portanto, se perceber esse tipo de mancha em seu vaso de cimento, não se desespere! Saiba que é algo normal, e que a umidade tende a secar naturalmente dentro de algumas horas.

E então, gostou das nossas dicas? Nós amamos falar dos vasos de cimento e de toda sua versatilidade na hora de decorar a casa, o jardim ou seu ambiente de trabalho. E lembre-se, para deixar sua casa sempre bem decorada e suas plantas sempre bonitas, acompanhe o perfil da Winterflor no Instagram e também no Facebook!

Até a próxima!